quinta-feira, 30 de julho de 2009

Método Devocional de Estudo da Bíblia

Os vários métodos de estudo da Bíblia abordados ao longo deste estudo, sem dúvida, muito ajudará a compreender o material bíblico e a mensagem que Deus quer nos comunicar através da Sua Palavra. Porém, podemos ir mais além, concluindo com a abordagem do estudo bíblico pelo método Devocional.

Todos os métodos estudados são de grande importância para o estudo bíblico efetivo, porém, "o ancora de todo estudo é o método devocional, pelo qual as verdades reveladas por meio dos vários métodos, aplicam-se às necessidades do crente em particular.” Noutras palavras, o método devocional "personaliza" o estudo bíblico.

O método devocional de estudo da Bíblia permite certo grau de flexibilidade, podendo aplicar-se a uma palavra, uma frase, versículo, capítulo, ou livro inteiro da Bíblia.

Desenvolvimento Deste Método

-Paráfrase – Transcrever com novas palavras a idéia central de um texto.
-Integralização – Acrescentar aspectos relevantes e expressar uma opinião pessoal.
-Problemas pessoais – Consiste em um exercício de redação, transcrever os desacertos.
-Decisões pessoais – É a explicação reprodutiva de um texto.

domingo, 26 de julho de 2009

Método Teológico de Estudo da Bíblia

A Bíblia é nossa fonte de conhecimento teológico. Em alguns de seus livros o ensinamento doutrinário se encontra de forma implícita, enquanto que em outros de forma explícita. Há livros do Novo testamento, especialmente algumas das epístolas de Paulo, onde o principal objetivo é transmitir ensinamento teológico.

Apesar de a Bíblia estar cheia de ensinamentos teológicos, poucas vezes eles são encontrados registrados numa forma sistemática. Sistematizar a doutrina bíblica é um privilégio do estudante da Bíblia.

Teologia é o estudo da revelação que Deus fez a respeito de si mesmo, de sua relação com a criação e principalmente com o homem. O livro fonte deste estudo é a Bíblia Sagrada. A teologia procura tirar decisões sobre vários tópicos, amplos e importantes, presentes na Bíblia. A que se assemelha Deus? Qual é a natureza do homem? Qual é a doutrina da salvação realmente válida? São estes os tipos de assuntos de que trata a teologia bíblica. Os princípios teológicos são aquelas amplas regras que tratam da formulação da sã doutrina cristã:

Condições Para o Método Teológico

1 - O estudo bíblico pelo método teológico pode definir-se como o processo de investigar um livro individual da Bíblia, um tema doutrinário específico, ou a Bíblia em geral, para reunir, comparar e organizar as declarações doutrinárias.

2 - O estudo teológico de um livro da Bíblia visa encontrar e considerar o material teológico implícito ou explícito nele. Consiste em salientar e determinar a mensagem teológica principal.

3 - O estudo teológico de um tema doutrinário da Bíblia pode ser estudado como:

a - Uma palavra. Exemplos: graça, lei, amor, vida, fé, pecado, etc.

b - Um elemento teológico. Exemplos: O espírito Santo no livro de Atos, Cristo numa epístola de Paulo, a segunda vinda de Cristo em 2 Tessalonicenses.

4 - O estudo teológico da Bíblia toda, requer uma sistematização geral e em seqüência de cada livro da Bíblia, abordando sistematicamente o assunto objeto do estudo.

Regras Para Método Teológico

1ª. Regra: É necessário compreender gramaticamente a Bíblia, antes de compreendê-la teologicamente.
2ª. Regra: Uma doutrina não pode ser considerada bíblica, a não ser que resuma e inclua tudo o que a escritura diz sobre ela.

3ª. Regra: Quando parecer que duas doutrinas ensinadas na Bíblia são contraditórias, aceite ambas como escriturísticas, crendo confiantemente que elas se explicarão dentro de uma unidade mais elevada.

4ª. Regra: Um ensinamento simplesmente implícito na escritura pode ser considerado bíblico quando uma comparação de passagens correlatas o apóia.

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Método Histórico de Estudo da Bíblia

Posto que os livros da Bíblia foram escritos dentro de um contexto histórico, e dado que estes livros foram dirigidos a pessoas que viveram em situações históricas concretas, torna-se imperativo estudarmos o sentido histórico do livro para podermos compreender a mensagem do autor.

A interpretação de uma peça literária depende do seu fundo histórico. As alusões a fatos contemporâneos, lugares, tendências, movimentos em questões do dia em que foi escrita, devem aplicar-se sempre de uma forma que ilumine claramente o pensamento do escritor. é possível obter uma perspectiva verdadeira do seu significado e ensinamento a luz do contexto, que, neste caso, é a situação que o produziu. A hermenêutica, embargada pela terceira regra aprofundará suas considerações, tendo o auxílio deste método.

O estudo da Bíblia pelo método histórico é, essencialmente, o descobrimento do fundo histórico de um livro em sua forma mais ampla. Para ter êxito num estudo dessa natureza, o estudioso da Bíblia deveadotar o seguinte procedimento:

a - Começar a sua investigação num livro específico, escolhido para o estudo.

b - Mediante o uso de uma concordância bíblica, buscar os dados correspondentes ao fundo histórico noutros livros da Bíblia que tenham relação com o livro texto por você escolhido.

O estudo da Bíblia pelo método histórico pode aplicar-se a dois diferentes tipos de estudo:

- O estudo do livro inteiro.
- O estudo de um fato histórico distinto.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Método Biográfico de Estudo da Bíblia

O estudo biográfico, pesquisa sobre o caráter dos personagens bíblicos. Esta espécie de estudo bíblico é vibrante, pois proporciona a oportunidade de sondar o caráter dos personagens, que estão na Bíblia, e de aprender com suas vidas.

O objetivo é compreender hermeneuticamente a biografia dos personagens bíblicos, a fim de, entendê-los com maior profundidade. Quando você estuda pessoas como Abraão e Moisés, notará a necessidade de restringir o estudo a áreas como: “O que diz o novo testamento sobre Abraão" e, “Moisés durante o êxodo". Lute sempre para manter os seus estudos bíblicos em tamanho manejável.

Tipos de biografias. No estudo da Bíblia pelo método biográfico, estão incluídos os seguintes elementos:

- Narrativas simples. A escritura contém informações biográficas por causa dos propósitos específicos dos seus autores. A primeira razão é de simplesmente dar uma lista de fatos para fins de registro. Isto é chamado de narrativa simples. É uma simples narrativa de fatos históricos. Esse tipo de informação biográfica é comum, e, pode ser encontrada nas escrituras e pode ser estudada com referência a muitos personagens bíblicos, dos mais diferentes tipos.

- Exposição narrativa. A segunda razão pela qual o escritor da Bíblia inclui informações biográficas em seus livros é para usar as narrativas (a história de uma pessoa) como meio de ensinar uma lição histórica. Neste caso, os fatos vão além do simples registro. Eles estão para ensinar.

- Exposição do caráter. Neste caso, o interesse principal do autor é apresentar os fatos em relação ao progresso espiritual e o caráter da pessoa que está sendo estudada.

- Argumentação. A quarta razão é (menos usada) para um escritor bíblico incluir informações biográficas na escritura, é para provar um ponto de vista. Deste modo, os fatos da vida do indivíduo são usados para convencer alguém de alguma coisa. Ocasionalmente perceberemos esse objetivo nos evangelhos referentes à vida de Jesus, ou nos escritos do apóstolo Paulo.

Regras Para Método Biográfico

1 – Escolha o personagem que você quer estudar e estabeleça os limites do estudo, por exemplo: “A vida de Davi, antes de tornar-se rei”.

2 – Localize todas as referências que relatam o personagem e resuma em uma sentença cada uma delas.

3 - Descubra e anote: Quem era? O que fazia? Onde morava? Quando viveu? Por que fez e o que fez? Qual o seu caráter? Qual sua importância na história? Onde nasceu? Quem foram seus pais? Qual sua vocação? Era casado? Com quem? Teve filhos? Como eram? Como o personagem morreu?

4 – Escreva um breve esboço da vida do personagem. Inclua os acontecimentos e características importantes, declarando os fatos, sem interpretação. Se possível mantenha o material em ordem cronológica.

5 – Registre a virtude e as fraquezas do personagem.

6 – Escolha o versículo-chave para a vida do personagem.

7 – Resuma a vida do personagem em uma sentença (pode ser positiva ou negativa).

domingo, 12 de julho de 2009

Crianças Repetem

"Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele". Provérbios 22:6

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Método Temático de Estudo da Bíblia

É a investigação sobre um tema escolhido, em toda a Bíblia ou numa porção dela. Irmã da hermenêutica temática, não esta ligada diretamente ao texto, mas ao assunto do texto.

Na epístola aos romanos, Paulo apresenta certo número de temas diferentes, e os une, tecendo com eles a mensagem que quer transmitir. Exemplos desses temas são a fé, a graça, a justificação, o Espírito Santo, e o pecado. O tratamento que dá a cada um desses temas não é completo, mas nos dá algum discernimento sobre o que Deus entende deles.

Isto acontece com todos os hagiógrafos da Bíblia. Cada um deles toca numa porção de temas ao desenvolver o seu assunto. O método temático, esta diretamente vinculado a quinta regra da hermenêutica.

No método temático de estudar a Bíblia, imergiremos em busca de um tema escolhido através da Bíblia. A que profundidade chegaremos nesse estudo, dependerá do tempo de investimento e do objetivo global.

Após escolher um tema para estudar, será mister pesquisá-lo na Bíblia toda. No entanto, quanto maior for o tema, mais estreito terá de ser o estudo. Por exemplo, estudar o pecado na Bíblia, seria demasiadamente cansativo, por isso torna-se necessário estreitá-lo, como por exemplo, o ensino de João sobre o pecado em sua primeira carta.


Regras Para Método Temático

1 - Escolha um tema.
2 - Procure no dicionário o que ele realmente significa.
3 - Defina o propósito de estudar este tema.
4 - Determine as possíveis referências.
5 - Numa sentença delimite cada uma delas.
6 - Faça uma redação sobre este tema.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Método Sintético de Estudo da Bíblia

Uma fatídica falácia exegética, é buscar a compreensão de um determinado assunto bíblico, não considerando o que toda a Bíblia fala sobre ele. Sintonizado com a diacronia e sincronia bíblica, e alicerçado pela terceira parte da quinta regra da hermenêutica, apontamos para o método sintético de estudo da Bíblia. Trata-se de um estudo amplo e global de um livro da Bíblia, considerando o que toda a divina revelação, fala sobre ele.

O método sintético de estudo bíblico aborda cada livro da Bíblia como unidade, e procura entender o seu sentido como um todo. Não se interessa pelos pormenores, mas pelo escopo global do livro. Com o método analítico analisamos o texto através de um microscópio. Com o método sintético, analisamos o texto através de um telescópio. O que o escritor, movido pelo Espírito Santo, tinha em mente quando escreveu? Qual é o pensamento chave e a idéia principal do livro? Como atinge ele o seu objetivo? São desta espécie as questões relevantes para o método sintético.

Regras Para Método Sintético
(Não aplicaremos as quatro regras)

1 - Leia o livro ou a carta atentamente e sem interrupções.
2 – Leia pela segunda vez, anotando as observações.
3 – Descubra a autoria, a data em que foi escrito, onde foi escrito, para quem foi escrito e por quem foi escrito.
4 – Veja o pano de fundo, em que circunstâncias a carta ou livro foi escrito.
5 – Qual era o objetivo da carta?
6 – Qual era o momento histórico?
7 – Descreva a visão panorâmica.
8 – Faça um esboço.